Eficiência operacional e computacional diante das reais demandas digitais

Um recente artigo revelou os resultados de uma pesquisa que concluiu que 80% dos líderes, altos executivos de grandes empresas, têm dificuldades em entender as demandas digitais. A pesquisa abrangeu 25 diferentes países, com a participação de cerca de 30 mil profissionais, onde executivos de tecnologia colaboraram amplamente no resultado. Adicionalmente, a pesquisa constata que as empresas estão substituindo os executivos e, às vezes, equipes inteiras que não se mostram capazes de atender às atuais expectativas dessas demandas.

Além de atualizações tecnológicas, às demandas digitais estão exigindo adequações operacionais. Mais do que acelerar o ritmo, se faz necessário parar e ouvir sobre como obter a eficiência operacional necessária para atender essas demandas. Investimentos em estratégias, soluções e produtos em um ambiente sem a eficiência operacional adequada e que não leva em conta os caminhos necessários pelas demandas digitais, sem dúvida são um desperdício! Até porque, os custos de tecnologia atuais podem ser bastante acessíveis, desde que analisados sob a ótica correta.

Isto é mais sobre como pensar de maneira eficiente do que seguir tendências e teorias. É fazer com que extrair o máximo das tecnologias já existente. É proporcionar uma nova experiência de performance e alta disponibilidade no ambiente de TI. Promover os líderes de TI a evoluir, passo a passo, rumo a eficiência operacional e computacional e deixá-la pronta para novos desafios do negócio. É busca, evolução e inteligência em TI.

A grande questão é por que tantas organizações e indivíduos não levam esses fatos em consideração e, consequentemente, estão ficando para trás? Simples resistência à mudança? Parece contraditório quando a única certeza que temos, principalmente na área de TI, é que mudanças sempre ocorrem!

Muitas vezes, esperamos que a mudança chegue pela porta da frente, já estruturada e pronta para uso. A verdade é que na maioria das vezes ela entra pela janela, sem que percebamos, de maneira desconcertante e muitas vezes constrangedora. Podemos até tentar atrasá-la ou sermos sábios o suficiente para decidirmos crescer com ela, dando a oportunidade de entendermos o que ela significa.

Ultimamente, se repete incansavelmente que “nunca na história da humanidade houve tanto avanço tecnológico”. Em que se pese a frase valer para quaisquer épocas em que a evolução do conhecimento e o uso prático da tecnologia ocorreu, a verdade é que esse avanço ocorre mais sobre a forma de se pensar no cotidiano do que pelo uso da tecnologia em si.

A buzzword do momento é “exponencial”. Aprendizado, conhecimento, tecnologia, vida etc., tudo isso elevado ao quadrado, ao cubo ou ao expoente que você quiser. Só não vale esquecer que as mudanças seguem o mesmo ritmo, exponencial.

*Jorge Moskovitz é diretor de vendas da Vortex TI.

Sobre a Vortex TI

Há mais de 12 anos no mercado de Tecnologia da Informação, a Vortex TI é uma empresa nacional especializada em eficiência computacional para entregar eficiência operacional para seus clientes. Uma das principais parceiras de importantes players do mercado de TI como: Cisco, NetApp e Rubrik, entre outros.

Com operações em todo o território brasileiro, a Vortex TI tem como objetivo primordial entender as necessidades de seus clientes, auxiliá-los na redução de custos, proporcionar um aumento de performance e melhoria de processos, por meio das melhores práticas. A missão da Vortex é oferecer uma nova experiência de performance e alta disponibilidade aos clientes no ambiente de datacenter.

A carteira de clientes da Vortex TI conta com grandes empresas líderes de mercado, como Kroton, TOTVS, Banco Safra, Via Varejo, Centauro, entre outros.

Para mais informações, envie um e-mail para contato@vortexti.com.br